Ciclocrosse, Internacional, Nacional

Antevisão Taça do Mundo CX Benidorm: parte I – a escolha de Benidorm, o circuito, e a análise à lista de inscritos e principais favoritos

Antevisão Taça do Mundo CX Benidorm: parte I – a escolha de Benidorm, o circuito, e a análise à lista de inscritos e principais favoritos

Inscritos e principais favoritos

O plano traçado pelos organizadores da prova não poderia ter corrido melhor, já que esta terá um elenco de luxo, com a presença dos Big 3 tanto no lado masculino, como no feminino.

Elite Masculino

Nos homens, este será o último embate da temporada entre os Big 3, já que Tom Pidcock (INEOS Grenadiers) abdicou da defesa do seu título mundial. Já com o planeamento de estrada a todo o vapor, Wout Van Aert (Jumbo-Visma), Mathieu Van der Poel (Alpecin-Deceuninck) e Pidcock chegam à prova de Benidorm depois de umas semanas em estágio na região da Costa Blanca com as suas respetivas equipas. Será, portanto, de esperar que se encontrem numa boa forma e que, naturalmente, esteja entregue a eles a discussão da vitória. Será que a experiência de Van der Poel e Pidcock no BTT lhes dará vantagem sobre Van Aert na segunda parte do percurso? O ex-campeão belga tem dominado as últimas corridas, e, portanto, será de esperar que a recente forma dissipe uma potencial vantagem dos seus dois rivais.

Além do aliciante dos Big 3, outro motivo de interesse será a luta pela geral da Taça do Mundo entre Michael Vanthourenhout (Pauwels Sauzen-Bingoal) e Laurens Sweeck (Crelan-Fristads), ainda para mais depois do recente de animosidade entre os dois que se arrasta desde a corrida dos campeonatos nacionais da Bélgica. Teoricamente, este é um percurso que se adequa mais a Vanthourenhout, que pode ter aqui uma oportunidade de se aproximar do primeiro lugar da geral, adiando a festa de Sweeck e remetendo para Besançon a derradeira batalha. Ainda, podemos contar com Eli Iserbyt (Pauwels Sauzen-Bingoal) e Lars Van der Haar (Baloise Trek Lions) na luta pelos primeiros lugares, que são sempre nomes a ter em conta em qualquer corrida de ciclocrosse.

É contra estes monstros da modalidade que Mário Costa vai entrar em ação amanhã, pelas 14:10h. Se quiseres saber quais as ambições do corredor da equipa AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde, não percas a segunda parte desta antevisão.

Elite/Sub-23 Feminino

No lado feminino, também as Big 3 se irão encontrar: Fem Van Empel (Jumbo-Visma), Puck Pieterse (Alpecin-Deceuninck) e Shirin Van Anrooij (Baloise Trek Lions), todas elas com idade Sub-23, apesar das duas primeiras já terem optado por competir no escalão de Elite. E são as três que distribuem entre si as vitórias nesta edição da Taça do Mundo (seis para Van Empel e três para Pieterse e Van Anrooij). Van Empel chega a Benidorm como a mais vitoriosa da temporada e como líder da geral da Taça do Mundo, e uma vitória amanhã é suficiente para arrecadar a competição. A campeão europeia encontra-se em pleno estágio de pré-temporada nesta região espanhola, depois de não ter conseguido o objetivo de alcançar o título nacional na semana passada. Título esse que ficou na posse de Pieterse, na primeira corrida que fez já a contar para o escalão Elite. Das Big 3, a ainda campeã do mundo de Sub-23 é a única que terminou todas as corridas em que participou no pódio, e com certeza vai querer adiar as contas da geral para a última prova, em França. Por seu lado, Van Anrooij optou por trocar os campeonatos nacionais por um estágio em Espanha, e a sua forma deve estar bem apurada para a corrida de Benidorm. Ela que vem de uma série de três vitórias consecutivas, duas delas nas areias de Koksijde e Zonhoven, e, apesar de já não ter hipóteses de lutar pela vitória na geral da Taça do Mundo, vai querer mostrar o seu valor contra as suas mais diretas adversárias.

Outros nomes a ter em conta para a corrida de amanhã serão as veteranas Lucinda Brand e Marianne Vos. Brand tem vindo a apurar a sua forma nas últimas semanas, e as presenças regulares no pódio nas últimas provas que tem feito atestam isso mesmo. Já a campeã do mundo Vos é alguém que se adapta bem a um percurso rápido como o de Benidorm, e, apesar de longe da sua melhor forma, traz sempre com ela uma aura mítica em cada corrida em que participe.

Neste pelotão recheado de qualidade, cabe também Joana Monteiro, que vai levar o nome de Portugal e da AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde ao mais alto nível do ciclocrosse. A corrida feminina inicia às 12h40. Não percas também a entrevista à ciclista famalicense que irá ser publicada já a seguir.

Written by - - 143 Views

Páginas: 1 2 3 4

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *