Internacional

Vuelta 2022: Mais um show de Remco e primeira vitória de Meintjes

Vuelta 2022: Mais um show de Remco e primeira vitória de Meintjes

Com a primeira parede reservada para o fim desta primeira semana tivemos a primeira vitória de Louis Meintjes numa grande volta e mais uma exibição de gala de Remco Evenepoel, afirmando-se cada vez mais como candidato a vencedor final da Vuelta a España

Com mais um dia de montanha no menu a formação da fuga novamente numerosa com dez elementos: Samuele Battistella (Astana Qazaqstan), Edoardo Zambanini (Bahrain Victorious), Dylan van Baarle (Ineos Grenadiers), Louis Meintjes (Intermarché-Wanty-Gobert), Filippo Conca (Lotto Soudal), Thymen Arensman (Team DSM), Jimmy Janssens, Robert Stannard (Alpecin Deceuninck), José Manuel Diaz Gallego (Burgos-BH) e Simon Guglielmi (Arkea Samsic), mas o neerlandês da DSM a ser forçado a abdicar do grupo para permitir que a fuga tivesse a liberdade pretendida. 

Na primeira subida do dia houve algumas movimentações, com Landa, Vine e Soler a tentarem dar o salto para a frente da corrida, mas sem sucesso, e com alguns homens da geral a ficarem temporariamente cortados, como foi o caso de João Almeida. Com o controlo na mão da Quickstep, que mesmo sem Pieter Serry que abandonou, a equipa do líder não teve nenhum contratempo de maior e foi controlando de fio a pavio, concedendo à fuga vantagem suficiente para discutir a vitória.

Apenas na abordagem à subida final os ataques começaram com Battustella e Janssens a começarem isolados a subida, enquanto atrás Alaphilippe fazia um estrago gigantesco no grupo dos favoritos, aproveitando a descida para deixar tudo enfilado e com o grupo reduzido a menos de 20 unidades, também cortado fruto de quedas de Chris Harper e Tao Geoghean Hart. Juan Ayuso abriu desde logo as hostilidades, fazendo a primeira seleção dos favoritos para depois Remco Evenepoel arrancar subida acima, primeiro com Mas na roda, mas depois a solo e num ritmo completamente diferente dos restantes.

Louis Meintjes conseguiu superiorizar-se aos seus companheiros de fuga, confirmando o seu teórico favoritismo, batendo os colegas de fuga Battistella e Zambanini e com um estrondoso Remco Evenepoel a surgir logo em terceiro, ganhando tempo a todos os favoritos, sendo os mais próximos o trio de espanhóis Ayuso,  Rodriguez e Mas e com a Roglic a reduzir a perder mais tempo importante.

No encerramento desta primeira semana Remco Evenepoel construiu uma confortável vantagem de 1.12m para Enric Mas e 1.58m para Primoz Roglic. João Almeida ascendeu ao sétimo da geral com 4.32m de atraso para o camisola vermelha.

Written by - - 477 Views

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *