Internacional

Vuelta 2022: Dobradinha para Jay Vine, Remco firma os seus créditos

Vuelta 2022: Dobradinha para Jay Vine, Remco firma os seus créditos

No início da clássica passagem pela região das Astúrias tivemos a subida ao Collaú Fancuaya, mais uma subida inédita na Volta a Espanha, que foi prejudicada por um problema técnico que não permitiu ver alguns dos momentos decisivos na luta entre os favoritos da classificação, mas que voltou a corooar o homem do Zwift, Jay Vine.

O início da etapa apresentava-se bem duro, com uma subida de segunda categoria a ser o palco para a luta entre os pretendentes à fuga do dia. Richard Carapaz chegou a causar alguma preocupação, mas o equatoriano não conseguiu firmar-se na frente da corrida. A fuga acabou por ser constituída por Alexey Lutsenko (Astana-Qazaqstan), Mikel Landa (Bahrain Victorious), Bruno Armirail (Groupama-FDJ), Rein Taaramae (Intermarché-Wanty-Gobert), Lucas Hamilton (BikeExchange-Jayco) and Mads Pedersen (Trek-Segafredo) have joined Marc Soler (UAE Team Emirates) e Jay Vine (Alpecin-Deceuninck), a que mais tarde se juntaria um trio da Groupama-FDJ com Thibaut Pinot, Sebastian Reichenbach e Bruno Almirail. 

Com Landa a ser o melhor da geral na fuga, ainda assim a mais de 6 minutos de Remco Evenepoel, não foi muito complicado para a equipa do líder controlar a corrida, principalmente por intermédio de Remi Cavagna e Dries Devenyns, mantendo sempre a fuga com uma vantagem na casa dos quatro minutos. Com a maioria de números para a Groupama-FDJ foi o conjunto francês que fez boa parte do trabalho no grupo da frente, enquanto se desenrolaram também movimentos interessantes pelas classificações secundárias. Victor Langelloti sofreu uma queda e acabou por abandonar, numa altura em que Jay Vine já tinha iniciado a sua campanha para roubar a camisola da montanha ao monegasco, tendo passado nas cinco primeiras contagens de montanha do dia em primeiro lugar, somando 19 pontos que lhe davam uma liderança provisória para a camisola branca e azul. E nos pontos enquanto Sam Bennett sofria no grupetto o seu adversário Mads Pedersen passava em primeiro no único sprint intermédio do dia e com os vinte pontos conquistados garantia também ser o novo dono da camisola verde.

Na abordagem à subida final a vantagem do grupo da frente era superior a 3 minutos, o que permitia aos escapados do dia pensar na discussão da etapa, já sem dois passageiros do comboio da fuga, Bruno Almirail e Mads Pedersen foram as primeiras vítimas da subida, enquanto no pelotão a Team Ineos e a Movistar começavam também a trazer as suas cores para a frente do grupo, mas a Quickstep Alpha Vynil surpreendente manteve-se muito forte com quatro homens a escoltarem Remco Evenepoel. Na frente o vencedor da etapa do Pico Jano estava novamente inspirado, com Jay Vine a isolar-se a mais de 5km da frente, deixando para trás todos os seus companheiros de fuga de uma assentada, com Thibaut Pinot e Rein Taaramae a serem os mais diretos perseguidores, mas com Marc Soler numa recuperação ao melhor estilo João Almeida, depois de ter sido o primeiro a descolar.

Entre os favoritos foi mesmo a Quickstep que, surpreendentemente, começou a fraturar o grupo, com um excelente trabalho de Ilan Van Wilder, deixando para trás nomes como João Almeida, Richard Carapaz ou Wilco Kelderman. E depois de vários problemas técnicos só na parte final se viu algo mais da corrida, com o grupo dos favoritos reduzido a Remco Evenepoel, Enric Mas, Primoz Roglic, Carlos Rodriguez e Simon Yates, enquanto na frente Jay Vine continuava isolado e com apenas Marc Soler na sua perseguição. João Almeida, no seu estilo particular, voltava a repetir a fórmula de todos os dias e de trás para a frente assumiu o segundo grupo de favoritos, onde estavam também o seu colega Juan Ayuso e Miguel Angel Lopez.

A vitória acabou mesmo por sorrir a Jay Vine, o rei das subidas desta Volta a Espanha, seguido de Marc Soler e Rein Taaramae. Entre os favoritos o mais forte foi Remco Evenepoel, que chegou juntamente com Mas e Roglic, consolidando assim a sua camisola vermelha, no seu primeiro grande teste nas cores líder da Vuelta.

Written by - - 513 Views

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *