Estrada, Internacional, Nacional

Volta ao Algarve: Wout van Aert rouba a vitória a Rui Oliveira no sprint em Tavira

Volta ao Algarve: Wout van Aert rouba a vitória a Rui Oliveira no sprint em Tavira

Wout van Aert (Team Visma | Lease a Bike) somou a sua primeira vitória de 2024 no final ao sprint em Tavira, onde bateu o português Rui Oliveira (UAE Team Emirates) e Marius Mayrhofer (Tudor Pro Cycling Team). Esta vitória permite também ao ciclista belga corrigir algum do tempo perdido na etapa de ontem e aproximar-se da liderança.

Equipas portuguesas dominam a fuga do dia

Ao terceiro dia de competição as equipas portuguesas, desta feita, monopolizaram a escapada do dia. Os 7 ciclistas presentes na dianteira eram todos eles representantes de estruturas nacionais, sendo a fuga composta por: Afonso Eulálio (ABTF Betão – Feirense), Miguel Salgueiro (AP Hotels & Resorts / Tavira / SC Farense), Nicolás Tivani (Aviludo – Louletano – Loulé Concelho), António Ferreira (Efapel Cycling), Raul Rota (Radio Popular – Paredes – Boavista), Frederico Figueiredo (Sabgal / Anicolor) e Francisco Morais (Tavfer – Ovos Matinados – Mortágua). A fuga formou-se logo ao quilómetro 8, chegando a dispor cerca de 4 minutos e 10 segundos como vantagem máxima.

A jornada de hoje contava com dois Prémios de Montanha, que Nicolás Tivani aproveitou para somar oito pontos e aproximar-se da liderança de Daniel Felipe Martínez (BORA – hansgrohe). Em Alcaria, o argentino bateu António Ferreira e Miguel Salgueiro. Mais à frente, em Faz Fato, voltou a superar Salgueiro, desta vez com Frederico Figueiredo a ser terceiro.

Este trio de corredores – Tivani, Salgueiro e Figueiredo – foram os que mais animaram os últimos 50 quilómetros do dia, escapando-se da fuga inicial e aguentando na frente até aos 15 quilómetros para a meta.

Van Aert abre o livro

Na aproximação à chegada, as equipas dos velocistas assumiram o comando do pelotão e tentaram organizar os seus comboios. No entanto, esse esforço acabou por ser em vão, devido a uma queda já dentro dos derradeiros 1000 metros. O grupo ficou completamente partido e foram muito poucos os sprinters que ficaram com hipóteses de vitória. Entre eles estava o primeiro líder da Algarvia, Gerben Thijssen (Intermarché – Wanty), que foi também o primeiro a lançar o sprint. O cálculo das distâncias não foi o melhor, e o belga acabou por não ter gás para se manter na frente. Rui Oliveira ultrapassou-o por um lado, Wout van Aert por outro, e os dois discutiram até ao último metro o triunfo. Van Aert foi o mais forte, mas o português continua a dar excelentes indicações de forma nesta abertura de temporada.

Queda obriga Rui Costa a abandonar

O dia não foi positivo para todos os portugueses, com Rui Costa (EF Education – EasyPost) a sofrer uma queda dura e a ter de abandonar a corrida. O campeão do mundo de 2013 foi transportado para o hospital para fazer exames.

As classificações

Nenhuma mudança nas classificações da Volta ao Algarve no dia de hoje: Daniel Felipe Martínez continua em primeiro na geral e na montanha; Gerben Thijssen segura a camisola dos pontos e António Morgado (UAE Team Emirates) mantém-se como melhor jovem. Na classificação coletiva, a BORA – hansgrohe lidera.

Written by - - 510 Views

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *