Estrada, Nacional

Volta a Portugal: Frederico Figueiredo é o novo camisola amarela!

Volta a Portugal: Frederico Figueiredo é o novo camisola amarela!

No regresso da Volta a Portugal à estrada o dia foi marcado pela estreia da subida do Observatório de Vila Nova e por uma espetacular subida de Frederico Figueiredo, que venceu a etapa e “roubou” a amarela ao seu colega de equipa.

O dia foi marcado por ritmo alto no pelotão, sendo que a constituição da fuga só se deu ao quilómetro 84 da etapa. Os 9 aventureiros do dia foram: Robin Carpenter (Human Powered Health), Juan Antonio López-Cózar (Burgos – BH), Unai Iribar (Euskaltel – Euskadi), Gaspar Gonçalves (EFAPEL Cycling), António Barbio (Tavfer – Mortágua – Ovos Matinados), Hugo Nunes (Rádio Popular – Paredes – Boavista), António Ferreira (Kelly / Simoldes / UDO) e José Maria García (Electro Hiper Europa – Caldas) e Micael Isidoro (ABTF Betão – Feirense). A fuga nunca conseguiu ganhar muita vantagem e foram todos alcançados a 17 quilómetros do final.

Yesid Pira (Caja Rural – Seguros RGA) e Jesus del Pino (Aviludo – Louletano – Loulé Concelho) foram os primeiros atacantes na subida, numa altura em que o pelotão começou a encurtar bastante. Pouco depois Alejandro Marque (Atum General – Tavira – AP Maria Nova Hotel) teve um problema com a sua bicicleta, sendo que Emanuel Duarte prontamente cedeu a sua bicicleta ao seu companheiro de equipa.

A 4 quilómetros do final Frederico Figueiredo (Glassdrive / Q8 / Anicolor) lançou uma grande ofensiva deixando toda a gente para trás. Atrás na perseguição ficaram: Luís Fernandes (Radio Popular – Paredes – Boavista), André Cardoso (ABTF Betão – Feirense), Henrique Casimiro (EFAPEL Cycling) e Barry Miller (BAI – Sicasal – Petro de Luanda) e o camisola amarela, Mauricio Moreira ficou completamente apeado, precisando da ajuda de António Carvalho para tentar minimizar os danos.

Com o passar da subida Frederico Figueiredo foi consolidando a diferença, carimbando a vitória na etapa, mas também o salto para a liderança da classificação geral. Nas últimas rampas Henrique Casimiro ainda tentou distanciar-se em relação aos perseguidores para ser segundo na etapa, no entanto não ganhou tempo já que a recuperação do duo da Glassdrive / Q8 / Anicolor foi impressionante, com Mauricio Moreira a chegar em terceiro na etapa, perdendo tempo apenas para o colega de equipa vencedor da etapa.

Foi uma estreia em cheio da Volta a Portugal no Alto do Observatório de Vila Nova e que promete deixar os adeptos apaixonados por esta subida.

Written by - - 993 Views

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *