Estrada

Volta a Portugal 2021: Frederico vence a primeira da carreira, Marque Guarda a amarela por pouco

Frederico Figueiredo alcançou hoje na chegada à Guarda a sua primeira vitória de etapa na Volta a Portugal, antes do dia de descanso. A etapa tinha um perfil que deixava antever espetáculo e confirmou-se desde os primeiros momentos.
A fuga do dia contou com três homens da W52-FCPorto (Ricardo Vilela, Ricardo Mestre e Daniel Mestre), dois da Efapel (Javier Moreno e Rafael Reis) e ainda Roniel Campos (Louletano). A formação do camisola amarela, a Atum General Tavira/Maria Nova Hotel controlou mas na subida para Videmonte, Amaro Antunes e Frederico Figueiredo atacaram e aproveitaram a ajuda dos colegas em fuga para ganharem quase dois minutos ao pelotão, estando o homem portista na liderança virtual da corrida. Atrás, o azar bateu à porta do líder Alejandro Marque, com um problema mecânico. Apesar da grave queda que sofreu, Gustavo Veloso ajudou o seu companheiro a recuperar e evitou males menores até à última subida.
Na frente, inicialmente apenas Amaro Antunes trabalhava, mas chegou-se a um compromisso e no final, Frederico Figueiredo venceu a etapa, enquanto Amaro agarrou-se à calculadora. O tempo não seria suficiente para assumir a amarela, devido a um batalhador Alejandro Marque, que tudo fez para manter a liderança da corrida.

Marque chega ao dia de descanso vestido de amarelo, mas com margens curtas: 5 segundos para Amaro, e 25 segundos para Frederico. A Volta regressa na terça-feira com nova chegada em alto, em Santo Tirso, que promete novamente espetáculo

Written by - - 225 Views