Estrada, Internacional, Nacional

Remco Evenepoel mostra o arco-íris em Albufeira e é o novo líder da classificação geral da Volta ao Algarve

Remco Evenepoel mostra o arco-íris em Albufeira e é o novo líder da classificação geral da Volta ao Algarve

O penúltimo dia da edição 50 da Volta ao Algarve em Bicicleta prometia servir para reordenar a classificação geral da prova, com o contra-relógio de 22 quilómetros em Albufeira.

Nas primeiras horas de prova, vários nomes foram ocupando a cadeira quente desta corrida contra o cronómetro, como são exemplo Euclides Chingui (AP Hotels & Resorts / Tavira / SC Farense), Keegan Swirbul (Efapel Cycling), Edward Theuns (Lidl – Trek), Julien Vermote (Team Visma | Lease a Bike), ou Arthur Kluckers (Tudor Pro Cycling Team), que foram progressivamente baixando o melhor registo até perto dos 28 minutos.

Mas não tivemos de esperar muito até surgir um novo dono do primeiro lugar provisório. Mostrando a sua enorme qualidade, Isaac del Toro (UAE Team Emirates) pulverizou o tempo de Kluckers, sendo o primeiro a baixar da marca dos 28 minutos (27:46 minutos). E nem mesmo Filippo Ganna (INEOS Grenadiers) foi capaz de derrubar o jovem mexicano. Esse papel estaria reservado para o seu colega de equipa, Magnus Sheffield (INEOS Grenadiers), que retirou 21 segundos ao melhor tempo.

No entanto, todos os olhos estavam postos nos homens que iriam discutir a geral. Nessa contenda, Remco Evenepoel (Soudal – Quick Step) mostrou o porquê de envergar a camisola de campeão do mundo da especialidade, e foi o grande vencedor do dia, cumprindo o trajeto em 27:09 minutos. O até então camisola amarela, Daniel Martínez (BORA – hansgrohe), não foi além do 8º lugar, perdendo 52 segundos para Evenepoel, e com isso também a liderança da prova para o belga. Já Wout Van Aert (Team Visma | Lease a Bike) ficou às portas do top-10, na 11ª posição, a 1:00 minuto do vencedor, o mesmo tempo que o seu colega Jan Tratnik, que ocupou uma posição menos que o campeão belga de contra-relógio. Sepp Kuss (Team Visma | Lease a Bike) terminou na 32ª posição, a 1:39 minutos; Tom Pidcock (INEOS Grenadiers) não conseguiu melhor que o 26º posto, a 1:31 minutos; e Tao Geoghegan Hart (Lidl – Trek) foi 38º, a 1:52 minutos.

Quantos aos portugueses em prova, o melhor classificado foi António Morgado (UAE Team Emirates), terminando o seu esforço individual com um honroso 15º lugar, a 1:13 minutos de Evenepoel. O melhor ciclista de equipas nacionais foi Rafael Reis (Sabgal / Anicolor) , na 59ª posição, a 2:23 minutos do primeiro lugar.

Feitas as contas, à partida para a última e decisiva etapa da Algarvia, Evenepoel lidera com uma almofada de 48 segundos sobre Martínez e 1:12 minutos sobre Tratnik. É de esperar, portanto, uma etapa empolgante amanhã, com a subida ao já tradicional Malhão.

Written by - - 425 Views

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *