Estrada, Internacional, Nacional, Portugueses pelo Mundo

Portugueses pelo Mundo em 2024

Portugueses pelo Mundo em 2024

Ciclistas Portugueses WorldTeams

António Morgado (19 anos) | UAE-Team Emirates (Emirados Árabes Unidos)

Chegou, viu e convenceu. Começou o ano na Austrália com uma exibição de força que lhe valeu um prémio da combatividade e um colega (Isaac Del Toro) no pódio final do Tour Down Under, voltou a Portugal para um top-15 na Figueira e um top-10 no Algarve (onde venceu a classificação da juventude) e prepara-se para uma exigente e extensa campanha de clássicas ao serviço da UAE Team Emirates. Embora muitos o vejam como um talento nas provas por etapas e em terreno montanhoso, Morgado espera novas experiências e sair da sua zona de conforto no seu primeiro ano de ciclista profissional e no World Tour, correndo algumas das principais clássicas internacionais já esta primavera.

Ivo Oliveira (27 anos) | UAE-Team Emirates (Emirados Árabes Unidos)

Depois de duas vitórias cruciais em 2023 (uma delas o campeonato nacional de fundo), Ivo Oliveira parece afirmar-se cada vez mais como um excelente ciclista de equipa, para além da indiscutível qualidade que já demonstrou na estrada e na pista. A sua arma principal continua a ser o contra-relógio, mas a experiência noutros terrenos e em duas edição da Vuelta tornaram-no num ciclista mais completo. Em 2024 terá a honra de envergar a bandeira de Portugal no seu jersey, que certamente fará com o maior sentido de responsabilidade.

João Almeida (25 anos) | UAE-Team Emirates (Emirados Árabes Unidos)

Depois do pódio no Giro d’Italia alcançado no ano passado e mais uma excelente temporada, João Almeida vira agora agulhas para o Tour de France e para a Vuelta a España, que este ano parte de Lisboa e terá três dias de corrida em solo nacional. O ciclista português mais bem-sucedido dos últimos anos acabou por retirar a Figueira Champions Classic e a Volta ao Algarve do seu calendário, por motivos de saúde, o que levou a adiar a sua estreia em 2024 para o Paris-Nice, onde falhou o Top-10 final por meio minuto. Em entrevista exclusiva à Portuguese Cycling Magazine, contou que o foco no Tour altera a preparação e as corridas que fará durante o ano, de onde se destacam o regresso às Ardenas e a estreia na Volta à Suíça, a prova World Tour com mais história para os portugueses (e para Rui Costa em particular).

Nelson Oliveira (34 anos) | Movistar Team (Espanha)

Vira o disco e toca (bem) o mesmo. Nelson já faz parte da mobília da Movistar Team e assim continuará durante 2024, o seu nono ano na estrutura da telefónica espanhola. Em ano olímpico, contou à PCM que ainda sonha com uma medalha, mas os objectivos pessoais são claros: estar ao serviço dos líderes da equipa nos momentos-chave e, quem sabe, procurar os seus resultados aqui e ali, nomeadamente nos contra-relógios. Espera ainda participar nos Europeus e Mundiais, onde parte sempre com a honra de representar Portugal e já obteve resultados de relevo.

Rúben Guerreiro (29 anos) | Movistar Team (Espanha)

Guerreiro parte para o segundo ano na Movistar Team com ambição de melhorar a prestação de 2023, em que venceu a classificação geral do Saudi Tour e esteve em destaque no Tour de France antes de abandonar vítima de queda. Voltou a iniciar a temporada na Austrália, e novamente em bom plano; participou na Figueira Champions Classic, onde terminou entre os dez melhores, e no final confidenciou à Portuguese Cycling Magazine que espera estar à partida do Giro d’Italia e da Vuelta a España, com ambições reforçadas na campanha de clássicas das Ardenas. A entrevista completa está no vídeo abaixo.

Rui Costa (37 anos) | EF Education – EasyPost (Estados Unidos da América)

A mudança de equipa de Rui Costa foi uma das principais movimentações do mercado de transferências, agora vestindo o rosa da EF Education – EasyPost depois de um ano de várias vitórias na Intermarché – Circus – Wanty. A temporada começou bem em Espanha, mas a Volta ao Algarve não correu de feição ao poveiro, que sofreu uma aparatosa queda e foi obrigado a abandonar e ser sujeito a cirurgia. Um dos objectivos da temporada é a monumental Ronde van Vlaanderen, mas talvez este percalço tenha claudicado as aspirações de Costa para esta prova. Certamente saberá reinventar-se e alcançar bons resultados nesta que é a sua 15ª temporada ao nível mais alto do ciclismo mundial.

Rui Oliveira (27 anos) | UAE-Team Emirates (Emirados Árabes Unidos)

Tal como o seu irmão, espreita os Jogos Olímpicos de Paris como um dos grandes objectivos da temporada, onde Portugal parte com aspirações a bons resultados e, quem sabe, uma medalha. Até lá, a temporada de Rui Oliveira passa pelas clássicas, ontem tem estado em bom plano nos últimos anos e com resultados e momentos históricos. O ano não começou nada mal e esteve muito perto de vencer uma etapa na Volta ao Algarve, mas o desejo de erguer os braços numa prova internacional (de estrada) não parece demorar muito mais a concretizar-se, embora a recente lesão o tenha certamente adiado. Com contrato até 2026, este pode ser o ano de afirmação de Rui Oliveira no pelotão das clássicas e como um dos principais valores do ciclismo português.

Written by - - 1108 Views

Páginas: 1 2 3 4 5

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *