Estrada

Kaden Groves não se deixa surpreender

Kaden Groves não se deixa surpreender

A primeira hipótese para os sprinters nesta Vuelta confirmou o favoritismo de Kaden Groves. O corredor australiano da Alpecin-Deceuninck bateu em cima da meta o colombiano Juan Sebastian Molano.

Com uma etapa planeada para o sprint a fuga foi “protocolar” com a presença de Ander Okamika,David Gonzalez e Eduardo Sepulveda. O argentino foi o que mais se aproveitou desta escapada, venceu as duas contagens de montanha e confirmou a liderança isolada das classificação da montanha, com 16 pontos.

Com a fuga anulada pouco depois da última contagem de montanha do dia, a discussão do sprint foi atrapalhada por uma queda já casa dos 5kms finais, num momento em que Bryan Coquard, um dos favoritos do dia, foi ao chão. Juntamente com o corredor francês também Santiago Buitrago beijou o asfalto, perdendo dois minutos na classificação geral. Mesmo sem terem caído, outros nomes acabaram por ser afetados, como o italiano Alberto Dainese, que ficou irremediavelmente fora da discussão da etapa ou o português Ruben Guerreiro que foi um dos últimos da etapa.

Na discussão da etapa, outro português esteve em grande destaque, Rui Oliveira. O gaiense entrou no último km na frente, acelerando o ritmo para o seu sprinter, Juan Sebastian Molano. O colombiano tentou surpreender de longe com um longo sprint, mas Kaden Groves conseguiu agarrar-lhe a roda e batê-lo na reta final, alcançado a sua terceira vitória em grandes voltas na carreira. Desta forma assumiu também a liderança da classificação por pontos

Em termos de classificação geral o dia foi calmo, para além da referida perda de tempo de Buitrago, e Remco Evenepoel mantém a liderança da geral.

Written by - - 273 Views

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *