Estrada, Internacional

Giro d’Italia 2021: Gino Mader consegue a desforra!

A chuva regressou com a montanha e trouxe um início de etapa atribulado, com a formação de uma fuga de 9 ciclistas de onde se destacavam Bauke Mollema (Trek-Segafredo), Dario Cataldo (Movistar Team) e Gino Mader (Bahrain Victorious). Este último arrancou a 3 km do final e a certa altura, parecia que os favoritos iam apanhar o ciclista suíço. Mas Mader conseguiu mesmo a vitória e a desforra tanto da glória roubada por Primož Roglič numa etapa do Paris-Nice como do abandono do companheiro Mikel Landa ontem.

Também não faltou agitação no pelotão, com uma impressionante tentativa de bordure em alta montanha por parte da Ineos que deixou o maglia rosa Alessandro De Marchi (Israel-Start Up Nation) para trás e ainda um ataque em descida de Alberto Bettiol (EF Education-Nippo), Giulio Ciccone (Trek-Segafredo) e Romain Bardet (Team DSM). Egan Bernal abriu as hostilidades na subida final, mas o italiano da Trek, Remco Evenepoel (Deceuninck-Quick Step) e Daniel Martin (Israel-Start Up Nation) estiveram à altura na resposta. A grande surpresa foi o húngaro Attila Valter (Groupama-FDJ), que fez uma grande subida e contra todas as expetativas, ascendeu à primeira posição do Giro!

O melhor português foi João Almeida (Deceuninck-Quick Step), que fez um trabalho imprescindível para Evenepoel e terminou na 16ª posição. Rúben Guerreiro (EF Eduaction-Nippo) também trabalhou e foi 25º, enquanto Nélson Oliveira (Movistar Team) foi apanhado no corte e perdeu a 4ª posição da geral.

Written by - - 193 Views