Estrada, Internacional

Giro 2022: em terra de tubarão, Démare morde a vitória

Giro 2022: em terra de tubarão, Démare morde a vitória

Arnaud Démare (Groupama – FDJ) foi o grande vencedor da 5ª etapa do Giro d’Italia, que ligou Catania a Messina. Ao sprint, o gaulês bateu Fernando Gaviria (UAE Team Emirates) e Giacomo Nizzolo (Israel – Premier Tech). Démare, que ficou para trás na subida do dia e recolou já depois da descida terminar, rematou o grande trabalho da sua equipa com uma saborosa vitória.

A etapa ficou, principalmente, marcada pela subida de Portella Mandrazzi na primeira metade da etapa. O ritmo imposto pela Intermarché – Wanty – Gobert Matériaux fez com que nomes como Mark Cavendish, Caleb Ewan ou Arnaud Démare tivessem ficado para trás do pelotão. Démare ainda conseguiu reentrar no pelotão, sendo que Cavendish e Ewan ficaram irremediavelmente para trás. Durante a etapa tivemos 5 homens em fuga: Jaakko Hänninen (AG2R Citroën Team), Alessandro Tonelli (Bardiani-CSF-Faizanè), Mattia Bais e Filippo Tagliani (Drone Hopper – Androni Giocattoli) e Mirco Maestri (EOLO – Kometa), que foram alcançados pouco depois da descida da contagem de montanha.

João Almeida, durante o decurso da etapa, bonificou 2 segundos no sprint de Villafranca Tirrena, ascendendo assim ao 7º lugar da geral. Na etapa chegou tranquilamente no pelotão, em 66º lugar.

Relativamente aos restantes portugueses, Rui Oliveira foi 87º com o mesmo tempo do vencedor e Rui Costa foi 143º a 2 minutos e 10 segundos do vencedor da tirada.

Written by - - 232 Views

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *