Estrada, Nacional

Época 2024: As mexidas no pelotão nacional

Época 2024: As mexidas no pelotão nacional

Tavfer – Ovos Matinados – Mortágua

A estrutura de Mortágua teve em 2023 um ano bastante proveitoso, com um saldo positivo de 6 vitórias, 3 delas na Volta a Portugal, e parte para 2024 com ambições reforçadas. O plantel conta com 1 saída e 2 entradas, num total de 12 ciclistas.

O bloco da equipa manteve-se quase completamente inalterado, sendo que os sprinters Leangel Linarez e João Matias, que foram os grandes nomes da equipa em 2023 e onde dividiram os triunfos entre si (4 para Linarez e 2 para Matias), mantiveram-se na estrutura mortaguense e prometem voltar a ser 2 dos nomes dominantes ao sprint nesta temporada. Serão coadjuvados por António Barbio ou Gonçalo Amado, sendo que Bruno Silva ou Gonçalo Carvalho são as apostas mais focadas para quando o terreno endurece. As restantes manutenções na equipa são: Rafael Barbas, Francisco Morais, Nicolás Saenz e Ángel Sánchez.

A única saída da equipa foi a de Rui Carvalho que se transferiu para a Kelly / Simoldes / UDO.

Quanto a entradas a mais sonante é a de César Martingil (ex-Aviludo – Louletano – Loulé Concelho) que irá fortalecer de maior forma o lote de sprinters da equipa e irá ser mais uma opção a juntar às de Linarez e Matias quando a discussão da corrida se der em pelotão compacto. Já Andres Taboada (ex-Supermercados Froiz), que já havia sido estagiário da equipa na parte final de 2023, poderá ser uma boa ajuda para todos os terrenos, sendo um ciclista polivalente.

O plantel da Tavfer – Ovos Matinados – Mortágua para 2024.
Foto: João Fonseca Photographer / Tavfer – Ovos Matinados – Mortágua

Página seguinte

Written by - - 1061 Views

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *