Estrada, Nacional

Clássica da Primavera: as emoções do ciclismo nacional continuam na Póvoa!

Clássica da Primavera: as emoções do ciclismo nacional continuam na Póvoa!

A Clássica da Primavera está de volta à estrada, depois do interregno de um ano devido à pandemia, com o figurino habitual. A prova contará com 145,8 quilómetros com partida e chegada na Avenida Vasco da Gama, na Póvoa de Varzim, sendo que existirá um circuito com 7 passagens no prémio de montanha no Monte São Félix e ainda 7 passagens na meta volante de Navais. Estão pré-inscritas as 10 Equipas Continentais UCI portuguesas, as 7 Equipas de Clube / Sub-23 e 1 equipa espanhola, perfazendo um total de 125 ciclistas à partida. A única equipa espanhola inscrita é a Retelec – Team Cycling Galicia que, em princípio, trará dois portugueses nas suas fileiras: Fábio Resende e Leandro Valente. Lucas Lopes, ciclista da Caja Rural – Alea, também se encontra pré-inscrito na prova. Podem ler as declarações exclusivas de Luís Gomes, Rafael Silva e Sérgio Saleiro nas seguintes páginas do nosso artigo!

A prova poveira irá contar para a Taça de Portugal Jogos Santa Casa, sendo a segunda prova pontuável para a mesma. A primeira foi a Prova de Abertura, que foi levada de vencida por Leangel Linarez (Tavfer – Mortágua – Ovos Matinados) e que, por consequência, é o atual líder da Taça. Já na classificação Sub-23 é Pedro Silva (Glassdrive / Q8 / Anicolor) o líder, fruto de ter sido o melhor atleta deste escalão na prova realizada na região de Aveiro.

Pedro Silva e Leangel Linarez, os líderes sub-23 e absoluto, respetivamente, da Taça de Portugal Jogos Santa Casa.
Foto: Federação Portuguesa de Ciclismo

A grande dificuldade da prova de domingo estará no Monte São Félix, que é uma contagem de montanha de terceira categoria com 1,1 quilómetros a 9,3% de média. Geralmente, costuma ser o local onde a corrida se parte e com as 7 passagens nesta contagem de montanha espera-se que seja, mais uma vez, a chave da decisão da prova. Prevê-se uma prova bem mexida e onde deverá chegar um grupo curto de ciclistas na discussão da prova, tal como nos anos anteriores.

Tendo em conta as dificuldades, nomes como Luís Gomes (que recentemente teve infetado com a Covid-19), Rafael Silva ou Daniel Freitas poderão ser considerados alguns dos maiores candidatos a erguer os braços na Avenida Vasco da Gama, no domingo. A prova será dura e os puros sprinters poderão ter dificuldades em chegarem no grupo restrito que, eventualmente, irá discutir a prova. Não é de se descurar, também, uma possível chegada da fuga do dia como a grande vencedora da 25ª Clássica da Primavera.

A Portuguese Cycling Magazine estará, no terreno, a acompanhar a partida da prova e a viver as emoções do início da temporada. Estejam atentos ao nosso Instagram nesse dia!

Por fim, convidamos-te a navegar pelas próximas páginas para saberes o que Luís Gomes, Rafael Silva e Sérgio Saleiro nos disseram!

Written by - - 655 Views

Páginas: 1 2 3 4