Estrada, Nacional

Campeonatos Nacionais: Triunfo de Afonso Eulálio e dobradinha de Daniela Campos

Campeonatos Nacionais: Triunfo de Afonso Eulálio e dobradinha de Daniela Campos

O segundo dia de Campeonatos Nacionais de ciclismo de estrada, disputados em Mogadouro, no distrito de Bragança, tinha no menu as provas de fundo dos Sub-23 masculinos e de todas os escalões femininos: cadetes, juniores, elites, Masters 30, 40 e 50. Fica a saber quem foram os novos campeões nacionais do dia!

As senhoras correram durante a manhã, com 6 títulos em disputa e muita acção. O primeiro título nacional foi entregue a Beatriz Guerra (Velo Performance – JS Campinense), que venceu a prova de cadetes. Seguiram-se Filomena Gomes (Vertentability / CRG), campeã nacional de Masters-50, Marta Carvalho (Extremosul / Hotel Alísios / Cenmais), campeã nacional de juniores, Nádia Mendes (Cantanhede Cycling / Vesam), campeã nacional de Masters-30 e Irina Coelho (5Quinas / Município de Albufeira / CDASJ), campeã na categoria de Masters-30.

Elites Femininas

A prova das elites femininas era a mais importante e não defraudou as expectativas. Desde cedo se percebeu ao que vinham as atletas da Bizkaia-Durango e o trabalho de Beatriz Pereira foi fundamental para o triunfo de Daniela Campos, que junta assim o título nacional de fundo ao de contra-relógio, conquistado no dia de ontem. A luta pelo segundo lugar foi intensa (ver foto abaixo), com Sofia Gomes (Massi-Tactic Women’s Team) a bater ao sprint Daniela Gago Pereira (Kiwi Atlántico Louriña), atleta que repete o 3º posto alcançado o ano passado. Daniela sucede assim a Maria Martins (Le Col – Wahoo) e vai vestir as cores da bandeira nacional durante um ano.

Daniela Campos (Bizkaia-Durango) foi a mais forte das elites femininas e consumou a dobradinha nos Campeonatos Nacionais de 2022. (© FPC)

Sub-23 Masculinos

O outro destaque do dia era a prova para os Sub-23 masculinos, onde 132,2 quilómetros seriam percorridos para saber quem seria o novo campeão nacional do escalão. As equipas da L.A. Alumínios / Credibom / MarcosCar e da Kelly / SImoldes / UDO tinham a força dos números – uma vez que contam com mais ciclistas Sub-23 nas suas fileiras -, mas a imprevisibilidade e dificuldade de controlo da corrida acabou por atraiçoar as formações mais numerosas. Isto porque Afonso Eulálio (Glassdrive / Q8 / Anicolor) conseguiu seguir os ataques feitos à vez pelas formações mais representadas e na recta final fez a diferença para o mais directo adversário na estrada, Afonso Silva (Kelly / Simoldes / UDO). O açoreano João Medeiros (L.A. Alumínios – Credibom – MarcosCar) chegou a 10 segundos do duo e conquistou a medalha de bronze.

Afonso Eulálio cerrou os dentes e foi o mais forte na chegada. (© FPC)

Os campeonatos nacionais de ciclismo terminam amanhã, com as provas de elites masculinos a marcarem o dia. Quem sucederá a José Neves (W52 / FC Porto) e envergará a tão desejada camisola de campeão nacional de fundo?

Written by - - 409 Views

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *