Estrada, Nacional

Antevisão Campeonatos Nacionais 2021

Em vésperas de Tour de France, é hora de coroar os campeões nacionais de grande parte das principais nações do ciclismo, onde se inclui Portugal. Há prestígio, medalhas e camisolas de campeão em jogo! Como é o percurso dos Campeonatos Nacionais de 2021? Quem serão os favoritos para a prova de contra-relógio e de fundo? Teremos os principais ciclistas portugueses em prova? Descubra tudo o que precisa de saber sobre o fim-de-semana onde saberemos quem levará a bandeira portuguesa ao peito durante o próximo ano.

Contra-Relógio Individual (18 de Junho)

As provas começam já amanhã, 18 de Junho, dia em que serão disputados os títulos de contra-relógio dos campeonatos nacionais deste ano. A paisagem idílica de Vila Velha de Ródão acolhe as primeiras pedaladas do fim de semana, que começam logo às 10h30 com a prova dedicada aos paraciclistas, num circuito de 19,2 km (circuito curto) na região beirã. Os mesmos 19,2 km serão percorridos pelas elites femininas, que começam o seu esforço individual às 11h da manhã. Uma hora depois é a vez dos Sub-23 masculinos, que terão a percorrer 30,5 km (circuito longo), os mesmos que esperam os elites masculinos às 13h. Abaixo encontram-se os percursos (curto e longo) e os respectivos perfis de altimetria.

À data da publicação deste artigo e fechadas as inscrições para as provas de contra-relógio individual, sabe-se que na sexta-feira estarão na estrada 30 paraciclistas, 23 atletas femininas, 22 sub-23 masculinos e 13 elites masculinos.

Nas mulheres o destaque vai para a participação das internacionais Maria Martins (Drops), Daniela Campos (Bizkaia-Durango), Diana Pedrosa e Liliana Jesus (Team Farto-BTC), que deverão estar entre as favoritas para a prova. De notar a ausência da actual campeã nacional da especialidade, Raquel Queirós.

Já nos Sub-23 é de salientar a presença do duo da Hagens Berman Axeon, Pedro Andrade (medalha de bronze em 2020) e Diogo Barbosa, para além de Fábio Fernandes (campeão nacional júnior em 2019) da Efapel. O ainda campeão em título, Guilherme Mota (Kelly) não estará à partida em Vila Velha de Ródão.

Os “olímpicos” João Almeida (Deceuninck-Quick Step) e Nélson Oliveira (Movistar Team) serão as grandes estrelas a participar na prova contra o cronómetro dos elites masculinos, os grandes favoritos para conquistar o título a par de Rafael Reis (Efapel).

Provas de Fundo – Castelo Branco (19 e 20 de Junho)

As corridas de fundo serão disputadas em Castelo Branco. Na capital da Beira-Baixa os ciclistas podem esperar um dia de rompe-pernas, com sobe e desce constante. Serão 106 atletas femininas, 93 atletas sub-23 e 71 elites masculinos à partida e com o objectivo de terminar a prova com a camisola mais desejada do fim-de-semana, a de campeão nacional.

A principal surpresa da prova feminina será o regresso de Daniela Reis, a já campeã nacional por quatro ocasiões regressa ao activo depois de uma queda grave que sofreu o ano passado e que inclusivamente a levou a abandonar a carreira internacional que construiu. A ela juntam-se todas as atletas femininas internacionais – as quatro já referenciadas para o contra- relógio individual e a campeã nacional em título Melissa Maia (Team Farto-BTC). O título nacional deverá ser discutido entre as seis, naquela que muito provavelmente será a prova feminina de maior qualidade, fruto da excelente fase que o ciclismo feminino vive em Portugal. As femininas (cadetes, juniores, elites e masters) vão para a estrada às 10h de sábado, 19 de junho.

Todas as equipas de clube e os atletas mais novos das formações continentais portuguesas estarão presentes na corrida de fundo para o escalão de Sub-23. Num pelotão de quase uma centena de atletas, destaque para a presença dos três medalhados em 2020 – o campeão em título, Fábio Costa (Efapel), e o duo da Kelly / Simoldes / UDO, Pedro Miguel Lopes e José Sousa – possivelmente os principais favoritos ao título nacional. O tiro de partida para a prova será dado às 14h30 de sábado, 19 de junho.

O pelotão de elites será quase exclusivamente preenchido por atletas das equipas continentais portuguesas, entre elas a W52-FC Porto que deverá alinhar com 12 atletas à partida, entre eles José Mendes e Jóni Brandão, homens que já sabem o que é vencer a prova nacional de fundo. Destaque ainda para a presença dos internacionais João Almeida, Nélson Oliveira, André Carvalho (Cofidis) e Rui Oliveira (UAE Team Emirates), naquela que será uma excelente oportunidade para ver ao vivo alguns dos principais protagonistas lusos do World Tour, o nível máximo do ciclismo mundial. A prova de fundo começa às 11h30 de domingo, 20 de junho.

Abaixo encontram-se os percursos das provas a disputar em Castelo Branco, no próximo sábado e domingo.

Agenda dos Campeonatos Nacionais 2021:

6ª Feira, 18 de junho – Contrarrelógio Individual (CRI)

10h30 – CRI Paraciclismo – Circuito curto (19,2 km)
11h00 – CRI Elite Femininas – Circuito curto (19,2 km)
12h00 – CRI Sub-23 Masculinos – Circuito longo (30,5 km)
13h00 – CRI Elite Masculinos – Circuito longo (30,5 km)

Sábado, 19 de junho – Corrida de Fundo

10h – CN Cadetes femininas (3 voltas circuito | 64,95 km), CN Juniores femininas (4 voltas circuito | 86,6 km), CN Master femininas (3 voltas circuito | 64,95 km) e CN Elites femininas (5 voltas circuito | 108,25 km)
14h30 – CN Sub-23 Masculinos – Volta Inicial (83,95 km) + 4 voltas circuito (86,6 km) – total (170,55 km)

Domingo 20 de junho – Corrida de Fundo

9h – CN Paraciclismo – 2 voltas circuito (43,3 km)
11h30 – CN Elite Masculinos – Volta Inicial (83,95 km) + 5 voltas circuito (108,25 km) – total (192,2 km)

Written by - - 158 Views