Entrevistas, Estrada, Internacional

“Acredito que a Lotto Dstny é um lugar onde posso melhorar” – Entrevista com Jonas Gregaard

“Acredito que a Lotto Dstny é um lugar onde posso melhorar” – Entrevista com Jonas Gregaard

Escrito por Melissa Silva

Conhece Jonas Gregaard, um ciclista profissional dinamarquês que, atualmente, corre na Lotto Dstny, uma equipa de ciclismo belga bastante conhecida com um compromisso com a excelência. A equipa tem uma longa história de sucesso em várias disciplinas do ciclismo, incluindo vitórias em clássicas e Grandes Voltas. A carreira no ciclismo de Gregaard tem sido pautada pela dedicação, habilidade e entusiasmo pelo desporto. Nesta entrevista exclusiva, poderão saber tudo sobre suas experiências, aspirações e o emocionante caminho que se avizinha.

ENGLISH VERSION HERE

PCM: Refletindo sobre o ano passado, quais foram os fatores que influenciaram a tua decisão de transição da Uno-X para a Lotto Dstny?

JG: Acredito que tive uma temporada muito boa, na qual obtive melhorias significativas. Na Uno-X, tive muitas corridas bem-sucedidas tanto para mim quanto para meus companheiros de equipa. O Tour de France foi especialmente importante para mim, onde acabei com a sensação de satisfação ao terminar a prova e passar por todas as etapas. Às vezes, temos que pensar no futuro e no que será melhor para o nosso crescimento. Acredito que a Lotto Dstny é um lugar onde posso melhorar, e, portanto, agora estou aqui.

PCM: Os teus objetivos pessoais serão mais facilmente atingíveis na Lotto Dstny?

JG: Absolutamente, tenho grande confiança nisso. No entanto, também me juntei à Lotto Dstny para contribuir para o sucesso da equipa e apoiar os meus companheiros. Eles já conseguiram perceber quais são as minhas capacidades e como me comporto em corridas importantes. Enquanto a minha abordagem, nesta temporada, possa ser semelhante ao que fiz na Uno-X, fazer parte de uma equipa diferente certamente proporcionará uma experiência de aprendizagem única. Estou confiante de que será um bom ano e estou focado em dar o meu melhor.

PCM: Vencer a classificação de montanha no Paris-Nice deve ter sido uma conquista significativa. Como vês o ano de 2024 a se desenrolar?

JG: Vencer a classificação de montanha no Paris-Nice foi uma experiência incrível, mas acredito que o ano de 2024 será ainda mais promissor. Os resultados dos meus treinos possibilitam ver o meu progresso, e sinto-me cada vez mais forte. Espero melhorar o meu desempenho no Paris-Nice e noutras corridas ao conseguir usar esse incremento de força e motivação.

N.D.R.: Realizado anualmente na França, o Paris-Nice, também conhecido como “Corrida do Sol”, é normalmente corrida de Paris a Nice, o percurso apresenta aos ciclistas uma variedade de terrenos desafiantes, sendo considerado um dos maiores eventos de ciclismo, que atrai ciclistas de elite.

Jonas Gregaard com a camisola da montanha no Paris-Nice.
Foto: Szymon Gruchalski Sports

PCM: Morar em Girona parece ser um aspecto importante para a tua vida profissional. Como é que isso contribui na tua preparação para a temporada?

JG: Moro em Girona há cinco anos, e é um ótimo local para treinar na pré-época. A cidade oferece uma mistura ideal de paisagens incríveis, montanhas com uma atmosfera propícia ao uso da bicicleta. As estradas são ótimas e os habitantes são receptivos ao ciclismo, tornando os treinos algo muito mais seguro e agradável. Girona oferece-me as melhores condições para que consiga evoluir como ciclista.

N.D.R.: Girona, uma cidade no norte da Espanha, emergiu como um importante centro no mundo do ciclismo profissional. O apelo da cidade para os ciclistas deve-se ao clima favorável, ao terreno diversificado e às estradas bem conservadas. Muitos ciclistas profissionais, incluindo vários campeões de Grandes Voltas escolhem Girona como os headquarters durante a pré-época e, mesmo, durante todo o ano. E, Jonas, comprova que a cidade oferece um cenário ideal para os ciclistas acumularem quilómetros de treino nas estradas de Girona.

PCM: Quais são tuas expectativas para este ano, e como te tens preparado para objetivos específicos?

JG: A preparação para esta temporada não foi muito diferente da habitual para mim. Treinei mais de 100 horas em dezembro e participei em alguns training camps para conhecer os meus novos companheiros de equipa. Os training camps são essenciais para as preparações de última hora, à medida que a temporada se aproxima. Vou fazer de tudo para estar bem nas Clássicas das Ardenas, mas um dos meus objetivos pessoais é participar novamente numa Grande Volta.

N.D.R.: Um dos eventos mais importantes no calendário de ciclismo da primavera são as Clássicas das Ardenas, uma série de corridas profissionais de um dia realizadas na região das Ardenas, na Bélgica. A Amstel Gold Race, a La Flèche Wallonne e a Liège-Bastogne-Liège estão entre as clássicas mais difíceis e desejadas por causa do seu terreno difícil, subidas íngremes e do clima imprevisível.

PCM: Olhando para o ano passado, qual foi tua corrida favorita? Qual é a corrida dos teus sonhos?

JG: A Liège-Bastogne-Liège destaca-se como a minha corrida favorita e realmente espero poder fazê-la novamente. Quanto à corrida dos sonhos, eu já realizei o meu sonho com a minha com a participação no Tour de France em 2023. Agora, o sonho não é apenas competir lá, mas também garantir uma vitória de etapa.

Jonas Gregaard durante o último Tour de France.
Foto: Szymon Gruchalski Sports

N.D.R.: A Liège-Bastogne-Liége, uma das Clássicas das Ardenas, atrai ciclistas profissionais que desejam testar suas capacidades a subir. Garantir uma vitória em “La Doyenne” é um objetivo desejado por muitos, pois representa a capacidade de um ciclista superar o terreno difícil e fazer parte da história do ciclismo, e Jonas quer fazer parte dessa história.

Written by - - 453 Views

Páginas: 1 2

No Comment

Please Post Your Comments & Reviews

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *